Av. Dr. Labieno da Costa Machado, 5030 - Garça - SP 14 3471-2010 14 3471-1900

Vamos falar sobre Chiller

Vamos falar sobre Chiller

 

Se há quem se refira ao tubo laser de co2 de “coração de uma máquina laser” do que podemos chamar o chiller então? De seu fiél escudeiro!

 

Assim como falamos no post sobre máquinas de CO2, o tubo laser precisa de um monitoramento constante e preciso de corrente de alimentação e de temperatura interna.

 

Para melhor efeito didático sobre o calor gerado pelo processo de criação do raio laser, lembre dos tempos da escola, quando é explicado sobre o ponto de ebulição da água e o que acontece com suas moléculas, que estão em um estado de repouso ou muito pouco movimento (fria) e o que ocorre, quando é colocada essa água no fogo. As moléculas tendem a se movimentar ou se movimentam mais rápido de forma gradativa, até um ponto que estão muito aceleradas e acabam gerando atrito uma nas outras, gerando o processo de fervura da água.

 

Um processo semelhante ocorre na geração do raio laser dentro do tubo e consequentemente é gerado calor devido ao processo que ocorre nos elétrons de subir e cair nas órbitas do átomo.

 

Se a temperatura se manter acima de 28 graus, o tubo começa a perder eficiência (engrossando o foco por exemplo). Já acima dos 30 graus a chance de trinca é muito grande que leva assim a inutilização do tubo laser e consequentemente perda da garantia se houver.

 

Mas nem todos os chillers do mercado podem garantir essa segurança.

 

A maioria dos “Chillers” disponíveis no mercado não possuem um bom sistema de resfriamento ou nem mesmo o tem. Muitos apenas circulam água e são vendidos com modelos de máquinas a laser como uma solução viável e normal de resfriamento. Embora sejam muito mais em conta no preço final, essas soluções lasers acabam se mostrando deficientes no seu processo operacional, pelo fato de que necessitam de uma sala com ar-condicionado ou climatizada com temperaturas bem baixas, necessitando de muita atenção para que o fluxo de água seja constante e a temperatura não passe dos 30ºC para evitar a quebra do tubo laser.

 

Pensando nisso criamos nosso chiller que dispensa o ambiente refrigerado pois possui compressor interno de resfriamento e é adequado ao clima brasileiro.
Além disso, ele possui um sistema de monitoramento de água, que junto de nossa controladora é capaz de pausar o funcionamento do equipamento quando detécta falta de fluxo de água no sistema.

 

Imagine que por algum motivo o fluxo de água do chiller é interrompido com a máquina em funcionamento. Graças ao nosso gerenciamento do controle de fluxo junto com a nossa IHM que acompanha nossos equipamentos, o trabalho será pausado para que o tubo laser não funcione sem água.

 


Possui também um sistema de monitoramento de temperatura que mantém o sistema a uma temperatura máxima de 25 graus, garantindo assim vida longa ao tubo laser e claro, minimizando os riscos de dano físico ao mesmo.

 

Lembrem-se!

 

Se quiser uma máquina que não vai lhe deixar na mão de maneira nenhuma, que está totalmente preparada para o clima de todo o Brasil, que conta com uma equipe altamente qualificada para tirar todas as suas dúvidas e assessorar você a qualquer hora, venha conhecer as nossas soluções da ECNC.

 

Teremos um imenso prazer em lhe receber e tirar todas as suas dúvidas.

 

Venha fazer parte da família ECNC que está presente em todo o Brasil, não fique de fora.

 

Qualidade a um preço justo é com a gente aqui da ECNC.



Whatsapp ECNC Whatsapp ECNC